Apresentando Propostas para os Resíduos Nesta última sexta-feira (20/11), Dr.Sandro juntamente com o Sr.Kid José Forghuieri Traldi se reuniram com o Prefeito José Gilberto Garcia e o Secretário de Desenvolvimento Integrado Fábio Maurício Selhorst  para apresentar propostas para coleta seletiva e destinação de resíduos sólidos.

Desde o inicio do ano, Dr.Sandro tem estudado várias propostas e modelos de gestão comprovadamente eficazes para amenizar o problema dos resíduos urbanos. Através de várias reuniões e debates foram discutidas várias questões relacionadas,  e inclusive houve o I Seminário sobre Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental. Toda essa troca de experiências tem contribuído excepcionalmente para o entendimento do problema e suas possíveis soluções.

Foi proposto um modelo para melhoria da eficiencia da coleta seletiva e colocado em questão o trabalho dos catadores, que são agentes essenciais nesse processo, devendo o trabalho ser reconhecido como  de utilidade pública, estabelecendo convenios com as cooperativas, assim, tornando-os como parte do sistema municipal de coleta de lixo.

Também foi apresentado um modelo de equipamento inovador que transforma o lixo tradicional em tijolos e telhas que podem ser usados na construção civil, onde, caso seja implementado, poderia resolver o problema da imensa quantidade de resíduos não aproveitáveis que são destinados aos aterros.

Ficou acordado com o executivo o estudo técnico de viabilidade das propostas.

Alguns fatos sobre a Coleta Seletiva em Nova Andradina

Catadores de Resíduos Recicláveis - Nova Andradina
  • São 10 pessoas trabalhando na coleta seletiva em Nova Andradina.
  • Cada pessoa recolhe em média 110 KG de resíduos recicláveis por dia.
  • Recolhimento total médio de 1.100 KG diários, que equivale a aproximadamente 22 toneladas por mês.
  • A coleta de “lixo tradicional” recolhe em média 22 toneladas por dia, totalizando cerca de 450 toneladas por mês.
  • A coleta seletiva representa apenas 5% do total de lixo recolhido.
  • O resíduo reciclável é vendido a R$ 0,11 o quilo.
  • Cada pessoa tira em média R$ 250 por mês.
  • São pessoas dependentes de serviços sociais, como bolsa família, vale renda e cestas básicas.
  • O executivo cede o caminhão, motorista e combustível para o recolhimento e transporte dos resíduos recicláveis.

Veja também:

  1. I Seminário sobre Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental
  2. Zé Teixeira discute propostas para Nova Andradina
  3. Dr. Sandro reconhece resultado do Seminário de Resíduos Sólidos
  4. Dr.Sandro discute projetos rurais para os Bairros União e Frutal
  5. Relatório do 1º Seminário sobre Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental