Comemora-se hoje, dia dois de abril, o Dia Internacional de Conscientização do Autismo. “Conhecer para ajudar” é o mote da data instituída em 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Pais inteiro, prédios e monumentos estão iluminados de azul para lembrar a luta de 2 milhões de famílias no Brasil.
De acordo com a psicanalista Sílvia Ferreira, integrante do movimento nacional Psicanálise, Autismo e Saúde Pública, o tratamento deve ser realizado por profissionais de diversas áreas. “A abordagem deve ser multidisciplinar, envolvendo pediatras, psicanalistas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, entre outros. Além disso, a criança deve frequentar uma escola”, esclareceu.
Saiba Mais:
O autismo é uma síndrome que afeta o desenvolvimento do indivíduo em três áreas: comunicação, socialização e comportamento
A síndrome faz parte de um grupo de desordens do cérebro chamado de Transtorno Invasivo do Desenvolvimento (TID)
Esse tipo de transtorno afeta mais meninos do que meninas. A proporção é de 4 meninos para 1 menina
Hoje, o número de autistas mais aceito no mundo é do Center of Deseases Control and Prevention, órgão dos EUA: uma criança para cada 110
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima haver 70 milhões de pessoas com autismo no mundo. No Brasil, a estimativa é de 2 milhões de autistas
Não há um tratamento padrão para o autismo. Cada paciente precisa de um acompanhamento individual, de acordo com suas necessidades
Em dezembro de 2012, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei federal 12.764, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista

Fonte: Associação de Amigos do Autista – Grupo de Estudo sobre Transtornos Invasivos do Desenvolvimento (AMA-Getid)

Veja também:

  1. Mostra Cultural tem início hoje
  2. Câncer de próstata é alvo da campanha Novembro Azul
  3. Projeto de Previdência Própria será votado hoje
  4. Novembro Azul– Prevenção ao Câncer de Próstata