Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“A vida é um eco. Se você não está gostando do que está recebendo, observe o que está emitindo.”
por Lair Ribeiro

Ecologia

08
mar

Proposta prevê uso de energia solar em casas populares de Nova Andradina

Vereadores Dr. Sandro e Ricardo Lima defendem a implantação de kits de aquecedores solares nas futuras casas populares que serão construídas no município

DSC07404Com o objetivo de estabelecer um padrão para as futuras construções de casas populares em Nova Andradina e aumentar a participação da geração solar na matriz energética do Estado e no município, os vereadores Dr. Sandro Hoici e Ricardo Lima, apresentaram em sessão solene desta segunda-feira (06), indicação parlamentar com foco na edificação de casas populares com a implantação de kits de aquecedores solares.

Ao apresentar os pontos positivos para implantação do sistema, os vereadores ressaltam a contribuição para a sustentabilidade ambiental e a economia gerada na conta de luz do consumidor final. “Além de representar uma economia que pode chegar a 40%, a energia solar é natural, ecológica, gratuita e inesgotável”, destacam os parlamentares.

Os vereadores também ressaltam que, a tecnologia disponível para transformação de energia solar em calor e o posterior armazenamento para uso nas residências, são economicamente viáveis e estão sendo amplamente utilizadas nas moradias em todo o país.

“Além de buscar inovação ao incentivar o uso de energia renovável, o objetivo é consolidar a iniciativa propondo o aprimoramento da política de sustentabilidade dos empreendimentos habitacionais como o uso racional e aquecimento da água nas residências”, defendem.

A implantação dos kits, de acordo com os parlamentares, deve ser estabelecida através da elaboração de um Projeto de Lei. Aprovada por unanimidade, a indicação foi encaminhada à diretora da Agehnova, Marcia Batista Lobo, ao Secretário de Infraestrutura Júlio Cesar Castro Marques e ao Prefeito José Gilberto Garcia.

03
mar

Energia Limpa entra em pauta na Câmara de Nova Andradina

Vereador Dr. Sandro propõe que município viabilize implantação de sistemas que permitam a utilização de energia limpa

Energia Limpa entra em pauta na Câmara de Nova AndradinaCom a proposta de tornar Nova Andradina um município pioneiro na produção de energia limpa, o vereador Dr. Sandro Hoici integrou o assunto à pauta da Sessão Ordinária da Câmara nesta segunda-feira (20). A indicação parlamentar de autoria do democrata, ressalta a importância de investimentos nessa área, principalmente no que tange à preservação do meio-ambiente.

“A indicação é pertinente, uma vez que Nova Andradina poderá sair na frente no que se refere à produção para consumo de energia limpa. Além do que, Nova Andradina conta hoje com a FINOVA, que poderá realizar este projeto em parcerias com empresas que tenham interesse em investir nestas pesquisas”, reforça.

Dr. Sandro destaca ainda que a iniciativa também pode ser estendida ao poder público. “O município também pode investir neste tipo de tecnologia de produção energética, nas praças, logradouros e, ainda, em todos os órgãos públicos municipais”, destaca.

Aprovada por unanimidade pelos vereadores, durante Sessão Ordinária Deliberativa, a indicação foi encaminhada ao prefeito Gilberto Garcia e ao secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado, Hernandes Ortiz.

03
mar

Por indicação da Câmara, micro e minigeradores de energia terão ICMS isento

Proposta foi apresentada ao Governo do Estado pelo Legislativo de Nova Andradina

Por indicação da Câmara de Vereadores de Nova Andradina, consumidores residenciais, comerciais e de empreendimentos rurais que investirem na microgeração de energia elétrica renovável, como a energia solar fotovoltaica, terão o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) isento sobre o excedente produzido.

Por indicação da Câmara, micro e minigeradores de energia terão ICMS isentoA medida, oficializada por meio do decreto n°. 14.617, de 6 de dezembro de 2016, atende a indicação n°. 408/2015, apresentada pelo vereador Dr. Sandro Roberto Hoici (DEM) em sessão ordinária deliberativa da Câmara Municipal de Vereadores de Nova Andradina.

“À época, havíamos solicitado ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de Fazenda, Márcio Monteiro, para que fosse verificada a possibilidade de adesão a um convenio que autorizasse a concessão dessa isenção sobre o sistema de compensação de energia elétrica”, relembrou o parlamentar.

A ideia, de acordo com o vereador, visa incentivar a cogeração de energia a partir de fontes alternativas de produção, diversificando a matriz energética do Estado, com possibilidades de utilizar fontes mais limpas, além de fomentar políticas de preservação do meio ambiente, melhorando a qualidade de vida.

26
abr

Dr. Sandro cobra campanha de incentivo à calçada ecológica

Medida visa incentivar construção de calçadas e evitar alagamentos de ruas e avenidas

Atento ao desenvolvimento sustentável das cidades, o vereador Sandro Hoici (DEM) cobrou a realização de uma campanha com o objetivo de incentivar a utilização de calçadas ecológicas. O pedido foi por meio de indicação apresentada e aprovada na sessão ordinária, realizada neste dia 25 de abril na Câmara Municipal.

Segundo o Parlamentar, o concreto é usado indiscriminadamente para impermeabilizar o solo e, que a água encontra poucos pontos para percolar, em que acaba acumulando-se e deslocando sobre o solo impermeabilizado, causando grandes problemas como inundações e erosões.

Calçada EcológicaDr. Sandro observa que a evolução é um processo contínuo de adaptações, mas que é preciso a mudança dos conceitos para que aconteça de forma ambientalmente equilibrada. “O uso de calçadas ecológicas é necessário para o desenvolvimento sustentável”, ressaltou.

A calçada ecológica pode ser definida como a disposição de faixas permeáveis (grama, terra) intercalado com faixas impermeáveis (concreto, rocha, cerâmica) ao longo do passeio público destinado ao trânsito de pedestres. “Cumpre ressaltar que esse tipo de calçada ajuda a diminuir o volume e a velocidade da água nas galerias, ajuda a restituir o lençol freático, evita erosão e contribui para a conservação do asfalto”, explicou o Democrata.

Dr. Sandro reforça a importância da campanha para que esse conceito possa ser inserido gradativamente junto à sociedade. “É importante que a população tenha conhecimento dos problemas da impermeabilização e as vantagens da calçada ecológica. Por isso estou cobrando a realização dessa campanha de incentivo para futuramente ser elaborado um projeto de lei”.

11
nov

Depredação de espaço público preocupa Dr. Sandro

Depredação de espaço público preocupa Dr. SandroA depredação dos espaços públicos, principalmente da Praça Geraldo Matos Lima, foi tema de discussão na Câmara de Nova Andradina na sessão ordinária de segunda-feira (9).

A depredação dos espaços públicos, principalmente da Praça Geraldo Matos Lima, foi tema de discussão na Câmara de Nova Andradina na sessão ordinária de segunda-feira (9).

A temática foi levantada pelo vereador Sandro Hoici (DEM), que apresentou indicação, propondo ao Poder Executivo que realize a manutenção dos aparelhos de ginástica na referida praça, e ainda a colocação de placas informando que o espaço em torno da Prefeitura está sendo monitorado por câmeras.

Segundo o Parlamentar, essa medida coibiria a depredação do órgão público.

“Em simples caminhada pela praça, pude constatar que vários aparelhos de ginástica necessitam urgentemente de reparos, pois devido ao vandalismo e também a falta de manutenção, poderia causar acidentes e danos à saúde”, pontuou.

Para Dr. Sandro, a ação dos vândalos na referida praça é um problema que vem se arrastando ao longo do tempo. Fato observado pela situação em que os prédios públicos naquela localidade encontram-se, com pichações e muito lixo. “A ação dos vândalos no local é clara, seja pela pichação dos prédios ou mesmo pelo desleixo de jogar lixo em toda a praça, sendo que existem lixeiras espalhadas por todos os lados”, argumentou.

Preocupado com a situação, o Vereador pede ainda ao Executivo que verifique a possibilidade de se aplicar o código de postura do município, com a intenção de punir os vândalos. “Se o mesmo não versar sobre possíveis sansões que seja alterado com esse fim, pois é inaceitável que um espaço utilizado por tantos munícipes seja depredado de tal forma”, explicou.