Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“A corrida para a excelência não tem linha de chegada.”
por David Rye

Ecologia

26
ago

Dr. Sandro pleiteia convênio com Estado para produção de energia elétrica renovável

Dr. Sandro pleiteia convênio com Estado para produção de energia elétrica renovávelAtento a tudo que venha beneficiar os munícipes, e principalmente preservar o meio ambiente, o vereador Sandro Hoici (DEM).

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), desde abril de 2012, quando a Resolução Normativa nº 482/2012 entrou em vigor, o consumidor brasileiro pode gerar sua própria energia elétrica a partir de fontes renováveis e inclusive fornecer o excedente para a rede de distribuição de sua localidade. Isso acontece através da micro e da minigeração distribuídas de energia elétrica, inovações que podem aliar economia financeira, consciência socioambiental e autossustentabilidade.

Atento a tudo que venha beneficiar os munícipes, e principalmente preservar o meio ambiente, o vereador Sandro Hoici (DEM), apresentou indicação legislativa, na sessão desta segunda-feira (24), propondo ao Governo do Estado que faça a adesão do convênio que autoriza a concessão de isenção nas operações internas relativas à circulação de energia elétrica.

Dr. Sandro atribui as condições climática e geográfica de Mato Grosso do Sul favoráveis para a produção de energia limpa e renovável. “A produção e o consumo de energia de fontes limpas também preservam o meio ambiente, melhorando a qualidade de vida”, apontou o Parlamentar.

Segundo o Vereador, essa é uma importante medida para incentivar a cogeração a partir de fontes alternativas de produção de energia. “Essa indicação é de grande importância, uma vez que o convênio permitiria a isenção de ICMS nas operações internas relativas à circulação de energia, inclusive oferecendo desconto para compra de equipamentos de energia solar em residência, além de incentivar empresas de todos os portes a aderirem ao programa, situação que já acontece nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco”, justificou Dr. Sandro.

18
mar

Dr. Sandro sugere programas de incentivo à redução do consumo de água e energia elétrica

O vereador Sandro Hoici (DEM) apresentou duas indicações na sessão desta segunda-feira (9) referentes a redução do consumo de água e energia elétrica.Dr. Sandro sugere programas de incentivo à redução do consumo de água e energia elétrica

Na primeira, o Parlamentar solicitou a elaboração de programa de incentivo econômico, visando estimular a população a reduzir o consumo de água.

Conforme a proposição, o cliente que diminuir no mínimo 20% o consumo médio mensal de água e estar adimplente, terá direito a um bônus que lhe dará desconto de 5% a 20% na fatura.

O abatimento seria aplicado sobre um valor menor, sendo que a diminuição no consumo resultaria em uma fatura mais barata para a aplicação do benefício.

Pauta a justificativa a atual crise de água. “Diante da atual crise de água que aumenta a cada dia no Planeta Terra, decorrente de diversos fatores, em especial pelo desequilíbrio ambiental e da má utilização dos recursos hídricos, a necessidade de economizar água nunca esteve tão evidente. Atento a essa questão é que sugiro que seja feito um estudo minucioso com objetivo de criar um incentivo econômico a fim de que a população colabore diminuindo assim o consumo de água potável”, justificou.

A indicação foi encaminhada ao diretor presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), Marcelo Luiz Bomfim do Amaral.

Em outra indicação, o Vereador propôs que seja criado um programa que incentive a redução do consumo de energia elétrica em Mato Grosso do Sul, recompensando o consumidor que conseguir reduzir o consumo mensal.

O desconto será baseado em uma tabela de porcentagem que será elaborada pela referida empresa.

Além do ponto de vista da redução do consumo de energia, a proposta apresentada figura-se como um eficiente instrumento no combate a inadimplência, estimulando a pontualidade no pagamento das faturas e beneficiando financeiramente não só os consumidores como também as concessionárias de fornecimento de energia elétrica.

“A energia elétrica é fonte essencial à manutenção da vida humana, ao desenvolvimento econômico e ao bem-estar social. É nosso dever incentivar o seu uso racional, o combate ao desperdício e promover uma nova consciência quanto à importância dos recursos energéticos para sociedade. O futuro dos recursos energéticos depende muito de medidas ora implementadas, cujo objetivo é, essencialmente, incentivar a racionalização do uso, prevenir o desperdício e garantir o abastecimento da população”, alegou Dr. Sandro.

22
mar

22 de Março Dia Mundial da Água.

Desde os primórdios da humanidade sabemos que o homem sempre se estabeleceu em locais próximos aos rios e mares, para garantir seu sustento através da pesca e da agricultura.

Porém, com o passar dos anos, com a evolução da humanidade, a água passou a ser tratada com desrespeito, sendo poluída e desperdiçada.

Por esses motivos, a ONU (Organização das Nações Unidas) criou o Dia Mundial da Água, em 22 de março de 1992, para promover discussões acerca da consciência do homem em relação a tal bem natural.

Em 10 de dezembro de 2002, o senado brasileiro aprovou o dia nacional da água através de um projeto de lei. O texto destaca que esse deverá “oferecer à sociedade brasileira a oportunidade e o estímulo para o debate dos problemas e a busca de soluções relacionadas ao uso e à conservação dos recursos hídricos.”

A preocupação surgiu através dos grandes índices de poluição ambiental do planeta, envolvendo a qualidade da água que consumimos.

A ONU elaborou um documento com medidas cautelosas a favor desse bem natural, trazendo também informações para garantir a cultura de preservação ambiental e a consciência ecológica em relação à água.

Na Declaração Universal dos Direitos da Água, criada pela ONU, dentre as principais abordagens estão:

- Que devemos ser responsáveis com a economia de água, pois essa é condição essencial de vida;
- Que ela é um patrimônio mundial e que todos nós somos responsáveis pela sua conservação;
- Que a água potável deve ser utilizada com economia, pois os recursos de tratamento são ainda lentos e escassos;
- Que o equilíbrio do planeta depende da conservação dos rios, mares e oceanos, bem como dos ciclos naturais da água;
- Que devemos ser responsáveis com as gerações futuras;
- Que precisamos utilizá-la tendo consciência de que não devemos poluí-la ou envenená-la;
- Que o homem deve ser solidário, evitando o seu desperdício e lutando pelo seu equilíbrio na natureza.

Com esse documento, a Organização das Nações Unidas tornou obrigatório que todos as pessoas sejam responsáveis pela qualidade da água, bem como pela sua manutenção, tendo, assim, formas de garantir a melhoria de vida no planeta.

 

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

09
ago

Dr. Sandro quer que município desenvolva Projeto Recicloteca

O vereador Dr. Sandro Hoici apresentou indicação durante a sessão de segunda-feira, dia 05 de agosto, reiterando indicação encaminhada em 2012, solicitando que seja implantado o Projeto Recicloteca, com a finalidade de fornecer informações sobre reciclagem e meio ambiente.

Dr. Sandro quer que município desenvolva Projeto ReciclotecaA proposta do vereador Dr. Sandro Hoici é de que o projeto seja desenvolvido na Biblioteca Municipal, onde será disponibilizado calendário de atividades programadas para abordar temas relativos ao meio ambiente, realização de oficinas sobre reaproveitamento de materiais recicláveis, além de orientar a comunidade sobre coleta seletiva. A biblioteca poderá ainda ser utilizada para apresentação de palestras, vídeos, cursos e campanhas relacionadas ao meio ambiente. “Temas como água, energia, lixo, aquecimento global, educação ambiental e informação ambiental poderão ser explorados na recicloteca”, afirmou Dr. Sandro.

25
mar

Dr. Sandro quer incentivar uso de calçadas ecológicas…

O vereador Dr. Sandro Hoici encaminhou indicação ao prefeito Roberto Hashioka, com cópia ao secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado, Márcio Pereira Costa, solicitando que seja realizada campanha com o objetivo de incentivar os munícipes na utilização das calçadas ecológicas.

“Esse tipo de calçada ajuda a diminuir o volume e a velocidade das aguas das chuvas nas galerias, nas calçadas e ruas, auxilia a restituir o lençol freático, evita erosões e contribui para a manutenção do asfalto já existente.”, destacou.

Assim é que se verifica a importância de dar a população publicidade das vantagens do uso da calçada ecológica, que nada mais é do que no ato de fazer o calçamento do passeio publico deixe parte deste para o plantio de grama.

“Vale lembrar ainda que o próprio poder publico poderia de forma a incentivar o uso da calçada ecológica, que o fizesse nos calçamentos que circundam os prédios públicos.”, finaliza o parlamentar.