Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente.”
por Confúcio

Urologia

27
nov

Vamos Tocar nesse assunto.

Pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia, mostra que 47% dos homens entrevistados nunca fizeram exames para detectar o câncer de próstata. A pesquisa mostra ainda que apenas 23% fazem o exame anualmente.

O câncer da próstata é um problema muito sério. Se você tem mais de 45 anos, consulte um médico urologista para fazer exames preventivos pelo menos uma vez por ano.

25
nov

VOCÊ SABIA???

image_thumb2[4]Que segundo pesquisas realizadas pela Socieade Brasileira de Urologia, com mais de 5 mil homens, revela que 44% dos entrevistados nunca foram a uma consulta com um urologista nem fazem exames preventivos.

A prevenção ainda é a melhor solução.

31
out

VAMOS TOCAR NESSE ASSUNTO

art sandroO câncer de próstata é o segundo que mata mais homens no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele não-menaloma. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. A estimativa é de que, só em 2013, 60 mil novos casos sejam diagnosticados. 

Para evitar o aumento desses números, foi criada uma campanha similar ao Outubro Rosa, que tem por objetivo combater o câncer de mama entre as mulheres. É o Novembro Azul, celebrado durante o mês mundial de combate ao câncer de próstata. O objetivo do movimento, promovido pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, é combater a doença e, principalmente, motivar a população masculina a fazer exames preventivos. 

O Movimento Novembro Azul faz parte da Campanha “Um Toque, Um Drible”, que busca promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao especialista e à realização do exame de toque. As ações para 2013 serão lançadas no próximo dia 15 de outubro, no espaço da Reserva Cultural.

As ações do Novembro Azul 2013 contam com o apoio de diversas entidades, como a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) e a Fundação José Silveira (FJS). “A campanha tem sido referência na missão de orientar a população masculina a cuidar melhor da saúde e procurar o médico com mais frequência. Os homens são mais resistentes à ideia de ir regularmente ao urologista e, por isso, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado”, diz Marlene Oliveira, presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida. 

No encontro, que contará com a presença da filósofa Marcia Tiburi, do oncologista Fernando Maluf e do presidente da Sociedade Brasileira de Urologia,  Aguinaldo Nardi, serão divulgados os últimos dados levantados sobre o câncer de próstata no Brasil e o detalhamento das ações da campanha Novembro Azul em todo país, como palestras, intervenções em estádios de futebol e sinalização de prédios públicos de azul. 

O auge da campanha acontece no dia 17 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer de Próstata, quando serão realizadas ações educativas em cidades como São Paulo, Bahia e Natal. “O foco é levar ao conhecimento de homens e mulheres os dados sobre a doença e as formas de prevenção, com o objetivo de aumentar as chances de cura e diminuir o número de mortes”, alerta Marlene. 

Na ocasião, também haverá o lançamento do portal Lado a Lado pela Vida, uma nova plataforma que reúne todas as ações e projetos da organização. 

Sobre o Câncer de Próstata
A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É ela que produz parte do sêmen. Quando as células deste órgão começam a ser multiplicar de forma desordenada ocorre o câncer. A próstata fica, então, mais endurecida e a doença é facilmente descoberta no exame de toque retal.
Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer):
- 65% dos homens com câncer de próstata têm mais de 65 anos
- 70 anos é a idade média do diagnóstico
- 77 anos é a média de idade na qual ocorrem as mortes provocadas pela doença
- A doença é a 15ª causa de mortes no Brasil

Sobre o Instituto Lado a Lado pela Vida
O Instituto Lado a Lado pela Vida é uma instituição brasileira sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), idealizada em 2008 com sede na cidade de São Paulo.
Sua missão é levar ao cidadão leigo conhecimento sobre a saúde em diversas esferas: informação, apoio, conscientização, prevenção, inclusão social, quebra de paradigmas e preconceitos, sempre com foco na humanização da  saúde, a fim de promover informação de qualidade, reflexão, debate e todo e qualquer tipo de prática que objetive o bem-estar.
As ações são desenvolvidas em espaços abertos (áreas de grande circulação pública) e fechados (empresas, hospitais, entre outros), além de contextos urbanos e rurais, e possuem abrangência local e nacional. São utilizados diferentes meios de comunicação e de sensibilização do público-alvo, como materiais informativos próprios, recursos lúdicos e artísticos, oficinas, portais eletrônicos, mídias sociais, sites e blogs.

Fonte: cartaodevisita.com.br

14
out

O PÊNIS

 Foto: Getty ImagesA autoestima masculina pode ser afetada quando o homem se sente inferiorizado por acreditar que seu pênis é pequeno. Essa sensação é frequente, atingindo homens de todas as faixas etárias. Esse processo geralmente se inicia na infância.

A grande maioria de homens com queixa de pênis pequenos apresenta o órgão dentro das medidas consideradas normais. O cumprimento do pênis deve ser considerado normal, a partir de quatro centímetros em estado de flacidez, e de sete centímetros e meio quando em ereção.

As médias registradas para um homem adulto são de nove centímetros em flacidez e de 13 centímetros em ereção.

As cirurgias do aumento peniano só estão indicadas em situações especiais: Casos comprovados de micro pênis, defeitos traumáticos adquiridos, entre outros.

Extensores Penianos: Não existe na literatura médica especializada estudo clínico ou experimental cientificamente revisado e aceito, relatando a utilização de equipamentos para alongamento peniano.

A preocupação de ter um pênis maior esta sujeita sem dúvida, a considerações mais complexas, segundo se pode comprovar através de estudos realizados por cientistas ingleses. Segundo eles, das mulheres ouvidas sobre o assunto, 90% disseram sentir mais prazer com pênis mais largos e não mais longos, e 85% declararam não ter nada a reclamar sobre as medidas dos seus parceiros.

No Brasil, segundo os urologistas menos de 5% da população tem problemas de pênis pequenos. A maioria dos brasileiros cerca de 90% tem o pênis com cumprimento médio em ereção de 13 a 14 centímetros. Aos homens que acreditam que um membro maior proporcionaria mais prazer às mulheres, a Sociedade Brasileira de Urologia – SBU lembra que o canal vaginal possui ligações nervosas apenas em seus três primeiros centímetros.

Assim, podemos concluir que o tamanho do pênis de uma forma geral não é o principal fator para a satisfação e felicidade sexual.

Referencia: Revistas Saúde do Homem (SBU); Saúde e Sexualidade (SBU).