Os alunos, professores e diretores das Escolas Municipais e Estaduais de Nova Andradina participaram na noite de sexta-feira, dia 05 de junho, da entrega da premiação do Concurso Municipal de desenho em cartaz, carta pessoal e crônica, realizado na Câmara Municipal de Nova Andradina.

Os alunos vencedores foram:

Desenho em cartaz:

1º Lugar: Amanda Gualdi de Moraes – 3º Ano C – Escola Municipal Pingo de Gente
2º Lugar: Jayne Gonçalves de Souza – 5º ano C – Escola Municipal Ministro Marcos Freire
3º Lugar: Eduardo Moya Simões – 5º ano B – Escola Municipal Professor João de Lima Paes

Carta Pessoal:

1º Lugar: Mayara Stephanie Barbieri dos Santos – 9º ano C – Escola Estadual Professora Nair Palácio de Souza
2º Lugar: Flávia Roberta da Costa Dourado – 9º ano A – Escola Estadual Padre Anchieta
3º Lugar: Gabriela da Silva Magalhães – 9º ano B – Escola Municipal Professor João de Lima Paes

Crônica:

1º Lugar: Vanderson José Lopes Dan – 3º Ano C – Escola Estadual Nair Palácio de Souza

Leia os textos premiados:


1º Lugar – Carta Pessoal:

Escola Estadual Profª Nair Palácio de Souza
Nome da Aluna: Mayara Stéphanie Barbiere dos Santos
9º Ano C – Ensino Fundamental (Vespertino)
Professor Orientador: Cristiane Fernandes

Nova Andradina, MS – 02 de junho de 2009.
Excelentíssimo senhor prefeito,
Venho aqui por meio desta redação tentar interceder pelo futuro que esperamos ter para nossa cidade. Os problemas ecológicos que enfrentamos estão sempre se agravando e erroneamente, há ainda pessoas que acham os recursos naturais infinitos. Por esse motivo, toda preocupação e cautela com o futuro de nossa pequena cidade é insuficiente e extremamente necessário.
Vemos, sr. prefeito, que nossa cidade cresce mais a cada dia; vi muitos de fora se surpreenderem com o tamanho e a beleza que Nova Andradina adquiriu ao longo do tempo e é óbvio que não queremos ser prejudicados pelos problemas ambientais.
Nossa cidade evoluiu muito. Medidas foram tomadas e estão sendo cumpridas até hoje. O que falta, na verdade, é a conscientização das pessoas. Algumas ainda colocam sacos de lixo em frente de casa, sujeito a chuvas e animais, ou outros tantos motivos, com risco do lixo todo ir parar nas ruas, entupindo bueiros e sujando nossa cidade. O que quero dizer, é que programas de conscientização poderiam ser mais constantes; distribuição de folhetos, palestras, mais lixeiras nas ruas, entre outras coisas, ajudariam muito na luta pelo respeito das pessoas para com o meio ambiente.
A coleta seletiva do lixo em Nova Andradina foi um grande passo. Nossa cidade espelha organização e respeito, mas infelizmente, ainda há pessoas para serem conscientizadas. Pequenos atos e ações poderiam fazer grande diferença; e Nova Andradina agradece.
Atenciosamente,
Mayara Stéphanie Barbiere dos Santos

 

2º Lugar – Carta Pessoal:

Escola Estadual Padre Anchieta
Nome da Aluna: Flávia Roberta da Costa Dourado
9º ano “A”
Professor Orientador: Maria Odalé Lopes Siqueira

Nova Andradina, 29 de maio de 2009
Caro Senhor Prefeito Gilberto Garcia,
Venho parabenizá-lo por suas atitudes em relação à coleta seletiva, não só industrial, mas também nos bairros.
Em nível de estado, Nova Andradina se destaca nas indústrias, e em alguns estabelecimentos a coleta é regular e dividida por materiais e cores, com os seguintes códigos para coleta: azul-papel, amarelo-metal, vermelho-plástico e verde-vidro.
Essa coleta é importante, pois esses materiais demoram a se decompor no meio ambiente, o papel demora de 3 a 6 meses, já o metal e o plástico demoram mais de 100 anos e o vidro leva mais de mil anos para se decompor na natureza.
A coleta seletiva que consiste basicamente na separação dos materiais que irão para o lixo, é a maior aliada dos programas de reciclagem. Quanto a isso nossa cidade vai bem, no entanto nos últimos meses as atenções foram voltadas para a coleta de materiais que pudessem ser criadouro da dengue, o que não deixou de ser uma ação em favor ao meio ambiente. Não querendo, mas, me intrometendo, esse processo poderia ser iniciado nas casas, bem como nas escolas e em estabelecimentos, o senhor não acha?
Também quero falar com o senhor sobre o impacto ambiental, que também tem relação direta com a coleta seletiva. Faço uma observação sobre a existência de fossas na maioria das casas de Nova Andradina. Sabemos que o tratamento de esgoto numa cidade, é uma das principais obras de saneamento básico. O senhor não poderia resolver este problema? Pois isso também causa um grande impacto ambiental na natureza nos lençóis freáticos. Pode até ser que essas indústrias que virão, tragam desenvolvimento para nossa região, mas sempre devemos pensar no meio ambiente, afinal a natureza é o pulmão do mundo.
Obrigada pela atenção.
Flávia Roberta da Costa Dourado

 

3º Lugar – Carta Pessoal:

Escola Municipal Prof. João de Lima Paes
Nome da Aluna: Gabriela da Silva Magalhães
9º Ano “B” / Ensino Fundamental"
Professor Orientador:

Nova Andradina, 02 de Junho de 2009.
Ao Senhor Prefeito José Gilberto Garcia
Prefeito Municipal
Dirijo-me por meio desta carta para lhe expor minhas idéias sobre a coleta seletiva, que foi uma ação muito boa, mas que parou de ser praticada em nosso município, bem como sobre o impacto ambiental, que é causado também por falta de coleta seletiva e conscientizarão da população.
Creio Senhor Prefeito, que se houvesse realmente um processo de envolvimento da população, através de palestras; distribuição de sacos plásticos para que os munícipes separassem os lixos e programas de incentivo à reciclagem, tudo ficaria melhor.
Acredito também que cursos artesanais com material selecionado, deveriam ser oferecidos, pois eliminariam muitos problemas e evitariam transtornos para o meio ambiente. Muitas doenças seriam evitadas e deixariam de acarretar danos à saúde.
Espero que essas poucas palavras motivem V.Exª. a reimplantar e autorizar a coleta seletiva de lixo, em nosso município, contribuindo assim com a diminuição do impacto ambiental.
Despeço-me com respeito e admiração.
Gabriela da Silva Magalhães

 

1º Lugar – Crônica:

Escola Estadual Profª Nair Palácio de Souza
Nome do Aluno: Vanderson José Lopes Dan
3º Ano C – Ensino Médio Matutino
Professor Orientador: Adriana Caputo Gonçalves Brandão
Desenvolvimento Sustentável: Coleta Seletiva
A consciência me alerta para as consequências das ações coetâneas na Nova Andradina das gerações vindouras. A coleta seletiva, imprescindível à reciclagem, não era efetuada nas cercanias de minha residência. Cônscio de minha responsabilidade, percebi que transmutações eram prementes à adaptação social em um planeta em metamorfose.
Procurei informações acerca da problemática. Após dialogar com vizinhos, descobri que apenas algumas regiões municipais eram providas do recurso. Apesar das intempéries, obstinei na busca pelo objetivo almejado.
Na semana seguinte, compareci à Secretaria do Meio Ambiente e um lastimável fato me foi relatado: o serviço estava suspenso há quase um bimestre. Ao notar meu interesse, o atendente formulou um requerimento, em que constava meu endereço, para que providências fossem executadas.
Uma bela manhã, ainda a estremunhar, perlustro a janela e vislumbro uma figura estranha. Era o caminhão tão esperado. Percorri porta afora e, para minha surpresa, os vizinhos também estavam a espreitar. Todos daquela alameda tinham aderido incondicionalmente à causa. Separaram devidamente o material a ser reaproveitado.
Iniciativas ao desenvolvimento sustentável podem transformar nossa cidade. Unidos a nossos concidadãos fazemos a diferença, estamos aptos a tornar o mundo tão bom quanto quisermos, basta agir.
Vanderson José Lopes Dan

Veja também:

  1. Aberta a Semana do Meio Ambiente
  2. Dr. Sandro propõe formação de Vigilantes Juniores do Meio Ambiente
  3. Dia Mundial do Meio Ambiente
  4. O meio ambiente é uma AMEAÇA ao desenvolvimento
  5. Dr. Sandro quer regulamentação do projeto de Formação de Vigilantes Juniores do Meio Ambiente