EcologiaA substituição das sacolas e sacos plásticos por similares alternativos como as de fonte renováveis e recicláveis por parte das empresas de direito privado e repartições públicas de Nova Andradina foi sugerida através de indicação subscrita pelo vereador Dr. Sandro Hoici.

Apontando como justificativa o uso e descarte indiscriminados de materiais plásticos na natureza, que torna o consumidor um colaborador ativo de um dano ambiental de grandes proporções, Dr. Sandro indicou que a prática seja disseminada através de campanha publicitária educativa que elucide os danos ambientais causados, assim como o estabelecimento de prazo para o cumprimento da iniciativa.

Nas substituições indicadas pelo vereador, estão sugeridas o uso de sacolas fabricadas com tecidos naturais, papéis vegetais ou plásticos biodegradáveis ou oxi-biodegradáveis, ao qual se decompõem em um tempo infinitamente inferior. Outros argumentos apresentados compreendem o entupimento de esgotos, causador de enchentes e que podem trazer doenças. O fato de seguir uma tendência mundial já adotada em países como o Japão, Estados Unidos, França, Espanha e Inglaterra também é apontado na indicação. No Brasil, cidades como Maringá e Belo Horizonte saíram à frente disseminando a importância de tal prática.

A reafirmação da importância da matéria é embasada ainda em lei federal, onde fica evidente que as sacolas e sacos plásticos são literalmente descartados “criminosamente”, produzindo danos catastróficos. “É preciso disseminar a preservação do meio ambiente e adoção de atitudes ecologicamente corretas”, acredita o vereador.

Veja também:

  1. Sacolas Retornáveis
  2. Proibição das sacolas plásticas, vitória para o meio ambiente
  3. Uso consciente da água
  4. Dr. Sandro quer incentivar uso de calçadas ecológicas…
  5. Entenda, de uma vez por todas, a COP-15