Dr.Sandro participou da Audiência Pública ocorrida na noite de terça-feira (29/09), no anfiteatro da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, de iniciativa dos vereadores Vicente Lichoti e Mário Ferreira de Oliveira, onde foi discutido a implantação de cotas para negros em concursos públicos municipais, que também contou com a presença do Presidente da Câmara Adriano Palopoli, de Maria Felix, membro do Movimento Negro de Nova Andradina e cotista, do Deputado Estadual Amarildo Cruz, da professora da UEMS, Maria José de Jesus Alves Cordeiro, além de professores universitários e acadêmicos.

A proposta é instituir a lei de cotas em caráter municipal, nos mesmos moldes da lei estadual, que já está em vigor desde dezembro do ano passado. Conforme o decreto estadual, a previsão de reserva de vagas oferecidas para negros entre os candidatos aprovados deverá constar nos editais dos concursos públicos. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração, no último concurso estadual, cerca de 220 candidatos se inscreveram pelo programa de reserva de vagas.

Segundo Dr.Sandro, o problema da discriminação dos negros é cultural, e não é possivel voltar séculos atrás para reparar os erros dos nossos antepassados, onde as cotas para negros não é a solução ideal, mas a maneira mais democrática para minimizar as diferenças.

Audiencia Publica Cotas Negros

Veja também:

  1. Aberto concurso público para prefeitura de Nova Andradina
  2. Forro desaba na Câmara Municipal
  3. Dr. Sandro solicita adoção de Papel Reciclado na Câmara Municipal
  4. Dr. Sandro indica implantação de prontuário eletrônico na rede municipal de saúde
  5. Dr.Sandro cobra plano de saúde para funcionários públicos e campanha para doação de medicamentos