1 – Ser fisicamente ativo. Realizar pelo menos 150 minutos de atividades moderada ou 75 minutos de atividade intensa por semana. (desde que não haja contraindicação médica).

2 – Possuir colesterol abaixo de 200mg/dl;

3 – Adotar uma dieta saudável. Recomenda-se a ingestão diária de alimentos de todos os grupos:

a) Ao menos quatro porções de frutas e vegetais por dia. Ao menos duas porções de peixe por semana;

b) Ao menos uma porção de 30 gramas de grãos integrais ricos em fibras por dia.

c) Baixa ingestão de sódio no dia a dia (no máximo 1,5 gramas por dia).

d) Limitar a um litro por semana de bebidas com adição de açúcar, exceto nos diabéticos;

4 – Monitorar a pressão arterial e mantê-la abaixo de 120 x 80 mm Hg;

5 – Manter o peso ideal para sua altura e idade e sexo (o IMC abaixo de 25 Kg/m2);

6 – Manter a glicemia (nível de açúcar no sangue) de jejum abaixo de 100mg/dl;

7 – Não fumar, se ingerir bebidas alcoólicas, faze-lo de maneira moderada.

Fibras na dieta reduz circunferência abdominal e ganho de peso.

clip_image001 Estudo prospectivo com 90 mil europeus entre 20 e 78 anos, publicado pelo The American Journal of Clinical Nutrition (EUA), demonstrou que a quantidade total de fibras ingeridas (frutas, vegetais e cereais) foi inversamente proporcional ao aumento da circunferência abdominal e ganho de peso. Segundo a pesquisa, a fibra de cereais foi a que mais contribuiu para a redução da circunferência, atingindo resultados equivalentes a perda de 0,1 cm ao ano quando consumida uma média de 10g ao dia.

Efeito da redução do sal da dieta em futuras doenças cardiovasculares

clip_image002 A redução da ingestão de sal é um objetivo potencialmente importante em saúde pública. Trabalho publicado pelo New England Journal of Medicine (EUA) aponta que a dieta americana é rica em sal, geralmente proveniente de alimento processado. O estudo quantifica os possíveis benefícios da redução de 3g de sal por dia em subgrupos definidos por idade, sexo e raça.

A redução de 3g de sal por dia na dieta projeta uma redução anual de 60 a 120 mil novos casos de doença coronariana, de 32 a 66 mil novos casos de derrame cerebral e de 54 a 99 mil novos casos de infarto agudo do miocárdio, além de reduzir de 44 a 92 mil o número de morte por qualquer causa.

Uva, vinho, resveratrol e saúde cardíaca

clip_image003Estudos epidemiológicos e experimentais têm revelado que quantidade leve e moderada de vinho, particularmente o vinho tinto, atenuam os riscos cardiovasculares, cérebro-vasculares e vascular periférico. O efeito cardioprotetor tem sido atribuído aos dois componentes do vinho, o álcool e, mais importante, à porção livre de álcool que contém antioxidantes, incluindo o resveratrol, catequinas, epicatequinas e proantocianidinas.

O resveratrol é encontrado principalmente na casca da uva, enquanto a proantocianidinas somente na semente. Estudos recentes têm demonstrado que o resveratrol e a proantocianidina são os principais responsáveis pela cardioproteção.

Tanto o vinho quanto a uva atenuam as doenças cardíacas como a aterosclerose e as doenças isquêmicas.

Recentemente foi descoberto que o vinho pode aumentar a expectativa de vida por induzir genes da longevidade. Há indicações de que o resveratrol e proantocianidina exercem um papel importante nas habilidades cardioprotetoras da uva e do vinho.

Deve-se porem levar sempre em consideração que o consumo do vinho deve ser feito moderadamente, (de um a dois cálices pequenos por dia).

As pessoas que não tenham o hábito, ou seja contra indicado o uso de bebidas alcoólicas, poderá substituir o vinho por suco de uva concentrado, sem adição de açúcar.

Fonte: BIU-Boletim de Informações Urológicas – Março/Abril 2010 – Ano 21 – Nº 2

 

image

 

 

Autor: Sandro Roberto Hoici – Médico Urologista da Rede Municipal de Saúde de Nova Andradina, pós-graduado na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP – site drsandro.org

 

:

Veja também:

  1. Dr.Sandro e Ademar Capuci vão à Barretos para discutir projeto de unidade de prevenção para Nova Andradina
  2. DEMOCRATAS CONSEGUEM MAIS UMA EMENDA PARA NOVA ANDRADINA.
  3. Dr.Sandro cobra plano de saúde para funcionários públicos e campanha para doação de medicamentos
  4. Assinado convênio para compra de Aparelho de Ultrassonografia
  5. Aberto processo seletivo simplificado para o Hospital Regional