Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.”
por Confúcio

04
mai

Dr. Sandro quer regulamentação do projeto de Formação de Vigilantes Juniores do Meio Ambiente

Vigilantes Juniores do Meio Ambiente O amor à natureza e o desejo de sua preservação ou utilização, de forma sustentável é um dos sentimentos fundamentais, que precisam estar inseridos na consciência coletiva da sociedade. É com esta tônica que o vereador Dr. Sandro Hoici apresentou a lei nº 825 de 27 de julho de 2009, que dispõe sobre a criação do projeto de Formação de Vigilantes Juniores do Meio Ambiente.

Segundo Dr. Sandro, a lei objetiva criar um programa educativo que colabore de uma forma lúcida com a discussão das temáticas, possibilitando a interação entre os jovens, pais, professores, profissionais das áreas de saúde, meio ambiente e agricultura, além de incentivar ações coletivas visando a melhoria da qualidade de vida e a preservação do meio ambiente.

Com a proximidade da semana do meio ambiente, Dr. Sandro pede a regulamentação da lei para que haja comemoração da data, além da idéia de homenagear duplamente a natureza. A indicação parlamentar foi aprovada pelos vereadores e encaminhada ao Executivo Municipal.

09
abr

Senai inaugura oficina metal-mecânica em Nova Andradina

  O Vale do Ivinhema tem se preparado para a grande explosão, que certamente virá com a implantação de várias indústrias que estão em andamento, e outras já implantadas.
        Uma das providências tomadas pelo Governo Municipal é apoiar iniciativas que somem no processo de construir infraestrutura capaz de dar o devido suporte aos investimentos.
        Dentre estas iniciativas, cursos de capacitação estão entre as prioridades, e um dos grandes parceiros é o Senai, uma das unidades do Sistema S.
        Em uma sede própria, construída com o apoio da Prefeitura, na Avenida Ivinhema, o Senai acaba de receber uma reforma, visando a modernização e adaptação das instalações. A inauguração aconteceu juntamente com a implantação da oficina metal-mecânica, que foi instalada, para proporcionar condições de realização de modernos cursos na área industrial, como torneiro mecânico, entre outros.
        Durante a cerimônia inaugural, presidida pelo Presidente da FIEMS, Sergio Longen, estiveram prestigiando o Prefeito de Nova Andradina, José Gilberto Garcia e a Primeira Dama Joana D’Arc, o ex-Prefeito Roberto Hashioka; o diretor do Senai, Jaime Verruck; Superintendente Estadual do Banco do Brasil, Sr. Ricardo Lot; Superintendente do Banco do Brasil de Dourados, Sadi Luiz Hengel; Sr. Ivo Cescon Sacarcelli, Presidente do Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados do Estado de Mato Grosso do Sul; Sra. Maura Gabinio, Superintendente do SESI em Mato Grosso do Sul; Sra. Maria Judite Chulli, Gerente do Banco do Brasil de Nova Andradina, assim como os gerentes de Ivinhema, Batayporã, Anaurilândia Deodápolis; Raul Alves Barbosa, Presidente do Sindicato das Industrias de Panificação e Confeitaria do Estado de Mato Grosso do Sul; Vereadores José dos Santos Correia, Sandro Hoici, Márcio Pereira Costa; Gerente Geral dos Correios, Luciano Marcos de Araujo;vários gerentes e funcionários do Senai, entre eles a Gerente Sandra Mara Denega. Acompanhando o Prefeito, os Secretários de Desenvolvimento Fábio Selhorst, de Infraestrutura Elizabeth Nogueira, da Tecnologia José Carlos Paiva, da Cidadania Maria Eugênia Bruno Andreassi.
        Por fim, e após terem feito a entrega de certificados e medalha, aos vencedores do Concurso Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, realizado ano passado pelo SESI nacional, promovendo a cultura prevencionista e a adoção dessas posturas no ambiente do trabalho.
        Foram vencedores: Professor José da Souza Neves e o aluno Jair José da Silva, campeões em nível nacional, na categoria contribuição técnica – módulo 2 e que estarão em Brasília no dia 28 de abril, para receberem a premiação.
        A FIEMS concedeu bolsa de estudos integral a um aluno Jair José da Silva, do Curso de Segurança no Trabalho, que foi destaque em suas atividades.
        O SESI de Nova Andradina agora conta com uma oficina metal-mecânica, montada em sua sede, com maquinário ultra moderno, capaz de proporcionar aos educandos, a experiência nas mais eficientes técnicas de tornearia e instalação de indústrias.

SENAI - Inauguração Oficina Metal MecanicaSENAI - Inauguração Oficina Metal Mecanica

26
jan

Aberta as Inscrições para processo seletivo do Programa Vale Universidade 2010

Vale Universidade 2010 Campo Grande (MS) – Acadêmicos de universidades públicas e particulares do Estado já podem se inscrever no Programa Vale Universidade. As inscrições começam hoje (25) e são feitas exclusivamente pela internet, no site da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) –www.setas.ms.gov.br -, clicando no banner do programa.

      É importante que antes de se inscrever, o candidato leia com atenção a lei, o decreto e a resolução do programa, disponíveis no site da Setas, para que tome conhecimento prévio dos documentos a serem apresentados caso seja pré-selecionado para entrevista. Se o acadêmico não estiver com a documentação disponível para a data da avaliação prévia, isso implicará no cancelamento da seleção preliminar. Os documentos comprovam a veracidade das informações indicadas no ato da inscrição.

O Vale Universidade é uma iniciativa do governo do Estado que oferece o benefício social de até 70% do valor das mensalidades para acadêmicos de cursos presenciais de bacharelado e licenciatura em instituições particulares de ensino – 50% do valor é subsidiado pelo governo do Estado, os outros 20% são provenientes de contrapartida da universidade conveniada.

Nas instituições públicas, os estudantes recebem o benefício referente a média aritmética em valores de cursos oferecidos pelas instituições particulares. Para fazer parte do programa e receber o benefício, os acadêmicos realizam atividades complementares de 20 horas semanais em órgãos da administração pública estadual, municipal, federal e ONG’s.

Em 2010, o programa conta com 48 universidades conveniadas – entre públicas e particulares, cobrindo aproximadamente 70% dos municípios de Mato Grosso do Sul. Duas novas instituições aderiram ao Vale Universidade neste ano: a Faculdade de Educação de Costa Rica (Fecra) e Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS).

Para participar do programa, a renda familiar não deve ultrapassar R$ 1,8 mil.  O acadêmico que possua renda individual, ela deve ser até R$ 750,0. O candidato também não deve ter nenhum registro de reprovação em qualquer disciplina na data de inscrição. O curso em que o acadêmico está matriculado deve ter no mínimo três anos de duração e ser certificado pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições permanecem abertas até 25 de fevereiro. Também no site da Setas está disponível o decreto do Vale Universidade com todas as informações sobre o programa e sobre o processo de seleção dos candidatos inscritos.

Com o compromisso de proporcionar maior acesso ao ensino superior para a população sul-mato-grossense, o governador André Puccinelli e a secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social, Tânia Garib, assinaram, no dia 16 de novembro do ano passado, o decreto que torna lei os programa Vale Universidade e Vale Universidade Indígena. Com a ação, o governo do Estado proporciona mais segurança aos estudantes, que não terão o programa extinto.

É necessário que os acadêmicos interessados ao benefício social oferecido pelo Estado conheçam a regulamentação antes de inscrever-se. A ficha de inscrição pode ser acessada somente após baixar os demais documentos.

Ao finalizar sua inscrição será gerado o protocolo que deve ser impresso e apresentado caso seja pré-selecionado para entrevista.

Veja o texto da Lei que instituiu o programa

Decreto 12.895, de 21 de dezembro de 2009

Resolução SETAS 063, de 06 de janeiro de 2010

Declaração de Veracidade

Ficha de Inscrição

Veja a relação de Universidades conveniadas

20
nov

Dia da Consciência Negra e o herói chamado Zumbi

Zumbi de Palmares Zumbi foi o grande líder do quilombo dos Palmares, respeitado herói da resistência anti-escravagista.Pesquisas e estudos indicam que nasceu em 1655, sendo descendente de guerreiros angolanos. Em um dos povoados do quilombo, foi capturado quando garoto por soldados e entregue ao padre Antonio Melo, de Porto Calvo. Criado e educado por este padre, o futuro líder do Quilombo dos Palmares já tinha apreciável noção de Português e Latim aos 12 anos de idade, sendo batizado com o nome de Francisco. Padre Antônio Melo escreveu várias cartas a um amigo, exaltando a inteligência de Zumbi (Francisco). Em 1670, com quinze anos, Zumbi fugiu e voltou para o Quilombo. Tornou-se um dos líderes mais famosos de Palmares. "Zumbi" significa: a força do espírito presente. Baluarte da luta negra contra a escravidão, Zumbi foi o último chefe do Quilombo dos Palmares.

O nome Palmares foi dado pelos portugueses, devido ao grande número de palmeiras encontradas na região da Serra da Barriga, ao sul da capitania de Pernambuco, hoje estado de Alagoas. Os que lá viviam chamavam o quilombo de Angola Janga (Angola Pequena). Palmares constituiu-se como abrigo não só de negros, mas também de brancos pobres, índios e mestiços extorquidos pelo colonizador. Os quilombos, que na língua banto significam "povoação", funcionavam como núcleos habitacionais e comerciais, além de local de resistência à escravidão, já que abrigavam escravos fugidos de fazendas. No Brasil, o mais famoso deles foi Palmares.

O Quilombo dos Palmares existiu por um período de quase cem anos, entre 1600 e 1695. No Quilombo de Palmares (o maior em extensão), viviam cerca de vinte mil habitantes. Nos engenhos e senzalas, Palmares era parecido com a Terra Prometida, e Zumbi, era tido como eterno e imortal, e era reconhecido como um protetor leal e corajoso. Zumbi era um extraordinário e talentoso dirigente militar. Explorava com inteligência as peculiaridades da região. No Quilombo de Palmares plantavam-se frutas, milho, mandioca, feijão, cana, legumes, batatas. Em meados do século XVII, calculavam-se cerca de onze povoados. A capital, era Macaco, na Serra da Barriga.

A Domingos Jorge Velho, um bandeirante paulista, vulto de triste lembrança da história do Brasil, foi atribuído a tarefa de destruir Palmares. Para o domínio colonial, aniquilar Palmares era mais que um imperativo atribuído, era uma questão de honra. Em 1694, com uma legião de 9.000 homens, armados com canhões, Domingos Jorge Velho começou a empreitada que levaria à derrota de Macaco, principal povoado de Palmares. Segundo Paiva de Oliveira, Zumbi foi localizado no dia 20 de novembro de 1695, vítima da traição de Antônio Soares. “O corpo perfurado por balas e punhaladas foi levado a Porto Calvo. A sua cabeça foi decepada e remetida para Recife onde, foi coberta por sal fino e espetada em um poste até ser consumida pelo tempo”.

O Quilombo dos Palmares foi defendido no século XVII durante anos por Zumbi contra as expedições militares que pretendiam trazer os negros fugidos novamente para a escravidão. O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695.

A lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar, data em que comemoramos o Dia Nacional da Consciência Negra. A mesma lei também tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. Nas escolas as aulas sobre os temas: História da África e dos africanos, luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, propiciarão o resgate das contribuições dos povos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história do país.

Amélia Hamze

06
nov

Dr.Sandro apoia projeto socioesportivo

Nesta última quarta-feira (04/11), Dr.Sandro, juntamente com a presidente da Associação de Moradores do Bairro Vila Operária, Fabiana de Jesus Andrade, do vice-presidente Edison Clementino Pereira, do Coordenador Técnico Martins Marques dos Santos, compareceram ao gabinete do prefeito José Gilberto Garcia para apresentar a proposta do “Projeto Futebol Solidário” que tem como meta incentivar o futebol amador e explorar o potencial educativo do futebol para disseminar valores fundamentais como a ética, cidadania e o cooperativismo, e concomitantemente, auxiliar no enfrentamento dos problemas sociais, combatendo a ociosidade e oferecendo alternativas que minimizem as chances das crianças se desvirtuarem para o caminho das drogas e da criminalidade.

“É fundamental as parcerias entre os poderes constituídos no incentivo aos projetos que contribuam com o enfrentamento dos problemas sociais, e melhor ainda quando agrega valores junto com o esporte. Tenho trabalhado árduamente para resgatar o esporte municipal, e com o apoio do prefeito Gilberto Garcia, avançaremos de maneira significativa nesse objetivo.”, afirma o vereador.

Apresentação Projeto Futebol Solidário