Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“Eu não sou nada. A agropecuária é tudo. Que sua verdade seja proclamada.”
por Kátia Abreu

13
out

Dr.Sandro participa das festividades do Dia da Criança

Na última sexta-feita (09/10), Dr.Sandro participou juntamente com o Prefeito José Gilberto Garcia, da Primeira-dama Joana D´arc Bono Garcia, do Secretário de Educação, Cultura e Desporto Prof. Luiz Sampaio, do vereador Márcio Costa e da Deputada Estadual Dione Hashioka, das festividades em comemoração do Dia das Crianças, que foram realizadas simultaneamente na Associação dos Servidores de Nova Andradina – ASSERNA e no Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação – SIMTED, onde foram reunidas mais de 3.400 crianças da rede municipal de ensino.
Também estiveram prestigiando as comemorações a diretora geral da Semec, Nair Lorencini Russo, além dos diretores das escolas municipais, coordenadores e equipe pedagógica.
As crianças tiveram festividades duraram todo o dia,  com brincadeiras, gincanas, jogos, bolo, refrigerante, cachorro quente, pipoca, algodão doce, sorvete, e um karaokê para os jovens.
Dr.Sandro doou uma das bicicletas que foram sorteadas para as crianças, sendo premiados a aluna Larissa, da Escola Municipal Pingo de Gente, o aluno Julio da Escola Municipal João de Lima Paes, Ana Lívia, da Escola Municipal Arco Íris, e Luis Fernando, da Escola Municipal João de Lima Paes.
Dr. Sandro Hoici, falando em nome da Câmara Municipal, desejou um futuro promissor a todas as crianças, e que sejam felizes todos os dias.

Dia Das Crianças Dia Das Crianças Aluna Larissa da Escola Arco Íris recebendo a bicicleta Aluno Luiz Fernando da Escola Prof.João de Lima Paes recebendo a bicicleta

30
set

CEMID forma primeira turma de alunos em informática básica

Dr.Sandro participou na noite de terça-feira, dia 29 de setembro, da formatura de 240 estudantes das escolas municipais e estaduais no curso básico de informática oferecido pelo Centro Municipal de Inclusão Digital (CEMID).
A formatura foi realizada na Câmara Municipal, contando com as presenças do prefeito Gilberto Garcia, da primeira-dama Joana D’Arc Bono Garcia, secretários municipais Luiz Carlos Sampaio (Educação, Cultura e Desporto), Tito José Carlos Paiva Souza (Tecnologia da Informação), presidente da Câmara, Adriano Palopoli, e o vereador Márcio Costa, coordenadora do CEMID, Fabiana Macedo, Nair Lorencini Russo, diretora geral da Semec, Sueli Arraes, inspetora de alunos da Semec, Helder Faria, representando a deputada estadual Dione Hashioka, Sonner Arfux de Figueiredo, gerente da UEMS de Nova Andradina, pais e familiares, além dos formandos.
O curso básico de informática oferecido no CEMID teve duração de cinco meses, sendo realizados duas vezes por semana, com carga horária de 30 horas. Os estudantes do Ensino Fundamental, do 5º ao 9º ano, das escolas municipais e estaduais, receberam conhecimentos sobre o Windows XP, Word 2007, Power Point, digitação e internet.

Após a abertura, todos os estudantes que participaram do curso de informática básica receberam seus certificados.

Formatura CEMID Formatura CEMID

04
ago

Acesso à informação através da Biblioteca Digital

Criança A evolução social é predominantemente baseada no conhecimento, e os principais veículos de acesso são os livros, nesse sentido, Dr. Sandro apresentou projeto para criação da Biblioteca Digital da Câmara Municipal, que propõe estabelecer um espaço virtual, disponibilizando informações e conhecimentos de forma livre e gratuita, buscando incentivar a leitura, o aprendizado, a inovação, através da promoção do amplo acesso à obras literárias, artísticas e científicas (na forma de textos, sons e vídeos), que já estejam em domínio público ou que tenham sua divulgação devidamente autorizada, ao mesmo tempo em que pretende induzir a uma ampla discussão sobre as legislações de nosso município através da disponibilização de todas as leis, decretos, resoluções e portarias que foram sancionados pela Câmara Municipal desde sua fundação.

A leitura é a principal ferramenta no processo de alfabetização, e é através dela, que se permite uma interação mais complexa com o mundo, bem como um constante amadurecimento dos valores considerados pela sociedade como fundamentais, tendo em vista ser uma inesgotável fonte de conhecimento, de novas experiências, idéias, pensamentos e sentimentos, registrados por meio de palavras.

A leitura, além de desenvolver a capacidade verbal e sempre contribuir para uma boa saúde mental, é também uma estimulante atividade intelectual que ensina ao leitor, naturalmente, a ser um pensador, por colocá-lo em contato com outros tempos, lugares e diferentes culturas, despertando, inevitavelmente seu senso crítico, imprescindível, para uma convivência social mais consciente.

Devido aos avanços alcançados pela tecnologia de informação, a Biblioteca Digital irá permitir através da internet o livre acesso dos cidadãos em qualquer horário e em qualquer dia de todos os materiais nela disponíveis, contribuindo signitificamente para a proliferação do conhecimento e a inclusão sócio-cultural.

A criação da Biblioteca Digital é mais um exemplo onde a Câmara Municipal demonstra o seu compromisso e responsabilidade com as políticas educacionais, ponderou o vereador.

26
fev

Resposta sobre Inclusão Digital

Resposta ao internauta:

“Ola Doutor. Louvável a vossa preocupacao com a inclusao digital na sociedade. Porem vejo que isto beneficiaria apenas uma parcela da comunidade. Interessante seria um projeto para REZUZIR a tarifada ENERGIA ELETRICA, e eliminar ou amenizar a TAXA DE ILUMINACAO PÚBLICA. Isto sim pesa no bolso de todos hoje, e com certeza vai beneficiar RICOS E POBRES. Pense nisso, de que adianta internet gratis, se o cara nao tem dinheiro pra comprar computador e muito menos pagar em dia a conta de luz.”

Pelo contrário, a inclusão digital irá beneficiar grande parcela da comunidade, principalmente as pessoas mais carentes, visto que a inclusão irá trazer enriquecimento no conhecimento, maior capacitação, maior integração, e consequentemente, melhores condições para lutar no mercado de trabalho, maior renda, e ascenção social. O governo dispoem de vários programas para financiamento de computadores, e ainda existem os projetos de centros comunitários de inclusão digital, que beneficiam também aqueles que não possuem computador, e também contamos com o centro de inclusão digital municipal, que estará em funcionamento no próximo mês.

Em referencia a tarifa de energia elétrica, concordo com você, mas não é competência do município legislar sobre isso, e sim do Estado, que de certa forma, está “amarrado”, pelo contrato firmado no momento da privatização, e a quebra de contrato resultaria em multa milionária. No entanto, a tarifa é um embate antigo dos nossos Deputados, que recentemente conseguiram uma redução de cerca de 8%. Mas a algum tempo, para consumidores de baixa renda, que consomem até 30kWh/Mês, existe desconto de 65%, para aqueles que consomem entre 30~100kWh/Mês, desconto de 40%, e aqueles que consomem entre 100~220kWh/Mês, desconto de 10%, e ainda, para aqueles que estiverem inscritos em algum programa social do governo federal (Bolsa Familia e outros), e também se inscreverem no programa de “Tarifa Social para Consumidores de Baixa Renda”, e estiverem consumindo até 80kWh/Mês, conseguem desconto de 75%, e entre 80~220kWh/Mês, desconto de 25%.

Quanto a taxa de iluminação pública, que é competência do municipio, também é uma questão, de longa data, bastante discutida.  Se eliminarmos a taxa, corre-se o risco de comprometer a sustentabilidade da iluminação municipal, podendo trazer vários prejuizos a população, outrossim, reduzir sem fazer um aporte com recursos captados de outro setor. Este tema carece de um estudo detalhado para que possamos apresentar algum parecer com soluções alternativas.

17
fev

Dr. Sandro participa de reunião na UFMS

Na manhã de 12/02, a convite do Diretor do Campus de Nova Andradina, Sr. Célio Vieira Nogueira e do Assessor e Coordenador do Curso de História, Sr. Alexandre Pierezan, Dr. Sandro, participou de reunião na UFMS,  buscando estreitar relações e discutir pontos em comum, visando fortalecer a parceria de ambas Instituições. A discussão foi proveitosa, sendo firmando compromisso de novas reuniões juntamente com todos os outros vereadores.