Meu nome é Sandro Roberto Hoici, médico urologista a 17 anos em Nova Andradina, eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012. Criei este blog para tratar de assuntos de saúde e também prestar contas sobre meu trabalho na Câmara Municipal.

Destaque

Campanha Saco é um Saco

Campanha

Saco é um saco


Participe você também!

Citação

“O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não.”
por Ghandi

10
fev

Relatório do 1º Seminário sobre Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental

Reciclagem No dia 07 de novembro de 2009 foi realizado o I Seminário Sobre Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental, na Câmara Municipal de Nova Andradina – MS. O evento teve como objetivo estimular o debate e a troca de experiências sobre o gerenciamento de resíduos sólidos domiciliares, com ênfase em programas de coleta seletiva e organização de catadores.
A coordenação do seminário ficou sob a responsabilidade do Prof. Dr. Marcelino de Andrade Gonçalves, da UFMS, mas a organização reuniu representantes de diversas instituições: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Integrado – SEMDI; Prefeitura Municipal de Nova Andradina; Faculdades Integradas Nova Andradina – FINAN; Faculdade de Tecnologia de Nova Andradina – FATEC; Câmara Municipal; Bio-Acess Consultoria Ambiental e da Saúde; Banco do Brasil; Os Movidos Promoções & Eventos; e, ainda, a Deputada Estadual Dione Hashioka e os vereadores Dr. Sandro, Vicente e Marião da Saúde.
Para dar conta do objetivo proposto, foram realizadas quatro mesas redondas, com a participação de palestrantes que são pesquisadores, técnicos e trabalhadores catadores envolvidos na organização de programas de gerenciamento de resíduos sólidos recicláveis com inclusão social de catadores em suas cidades de origem. Assim, o Seminário contou com palestrantes com experiências relativas ao tema, tanto no ramo da pesquisa, ensino e extensão universitária, como no planejamento, execução e manutenção direta dos programas de coleta seletiva.
Diversos palestrantes ressaltaram a importância dos programas de coleta seletiva para minimizar os problemas socioambientais relativos aos resíduos sólidos domiciliares e valorizar os resíduos sólidos recicláveis, gerando emprego e renda. Destacaram, ainda, a responsabilidade da administração pública municipal na elaboração de uma política de gerenciamento integrado de resíduos sólidos e a relevância do estabelecimento de parcerias e apoios com os diversos segmentos da sociedade civil (empresários, universidades, sindicatos de trabalhadores, igreja, etc.) tendo em vista sua implantação.

As palestras permitiram conhecer programas de coleta seletiva e organização de catadores que atingiram bons resultados e cuja experiência pode ser utilizada no planejamento de novos programas ou no aperfeiçoamento de programas já existentes. Além disso, permitiu aos participantes ampliar seus conhecimentos sobre conceitos e aspectos polêmicos envolvidos no debate deste tema, bem como tirar dúvidas por meio de perguntas realizadas aos palestrantes ao final das apresentações em cada mesa redonda.
Desta forma, acreditamos que o evento foi realizado com sucesso, pois atingiu os objetivos propostos e reuniu autoridades públicas, técnicos, professores, alunos e comunidade em geral para o debate e aprendizado coletivo.
A articulação institucional necessária para a organização e realização do evento reforçou ainda mais a parceria já existente entre universidade, prefeitura municipal, câmara de vereadores e todos os demais envolvidos na busca de avanços na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos no Município de Nova Andradina, especialmente no que se refere à coleta seletiva e organização de catadores.

Veja o relatório completo

Veja a transcrição do seminário

24
nov

Dr. Sandro propõe Coleta Seletiva Solidária

Recicle Por muito tempo, a coleta e destinação dos resíduos sólidos não apresentaram maiores problemas, uma vez que o lixo era depositado em regiões afastadas e distantes. No entanto, com a crescente urbanização ficou cada vez mais difícil encontrar áreas adequadas que absorvessem a demanda em expansão e o problema ganhou visibilidade. Ciente disso, o vereador Dr. Sandro Hoici destaca a necessidade da busca de alternativas que facilitem a operacionalização do sistema e que atendam aos anseios da população em relação à limpeza urbana e à qualidade de vida. Prova disso é a apresentação de um Projeto de Lei Ordinária de sua autoria, que institui o Programa de Coleta Seletiva Solidária nos estabelecimentos de ensino, órgãos e instituições da administração municipal, direta ou indireta, com destinação às associações e cooperativas de catadores de matérias recicláveis.

Para o vereador, outra questão importante é que, na última década, como conseqüência dos índices alarmantes de desemprego, muitos excluídos sociais encontraram nos resíduos uma forma de sobrevivência.

Estes milhares de trabalhadores informais geram uma macroeconomia que beneficia a sociedade como um todo. Apesar disto estes trabalhadores continuam marginalizados e sem leis que os beneficiem.

Portanto, as questões ambiental e operacional não são únicas na busca de uma solução para o problema que envolve os resíduos sólidos. As ações devem ser escolhidas visando incluir também a população que sobrevive destes resíduos.

“O consumo exagerado e os danos causados à natureza devem ser incorporados à agenda mundial, por meio de políticas de saúde, educação ambiental e desenvolvimento econômico. Portanto, nosso objetivo é que Nova Andradina faça sua parte, identificando as demandas dos catadores para desenvolver e articular ações que promovam a inclusão social e econômica desses trabalhadores”, afirma Dr. Sandro ao defender a proposta como solução para minimizar estes problemas, além de contribuir para o aumento a vida útil dos aterros e permitir que famílias obtenham sustento a partir da coleta.

03
nov

I Seminário sobre Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental

Reciclagem Acontecerá nesse sábado (07/11) o I Seminário sobre Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos e Educação Ambiental, evento que será realizado na Câmara Municipal de Nova Andradina.

O Seminário é aberto ao público, e irá tratar dos problemas relacionados à geração, coleta, destinação do lixo e o trabalho na catação dos resíduos recicláveis, que tem assumido grandes proporções, e devido sua atual falta de organização, tem exigido novas atitudes dos poderes públicos municipais e a participação direta da comunidade em ações que visem a sua mitigação.

Programação:
07:30 – Credenciamento
08:10 –  Mesa de Abertura.
09:00 – Mesa I: Gestão de Resíduos Sólidos Domiciliares
12:30 – Mesa II: Experiências de Coleta Seletiva e Educação Ambiental
14:30 – Coffee Break
14:50 – Mesa III: Economia Solidária e Formação de Cooperativas Populares
16:50 – Mesa IV: Projetos e Pesquisas em Resíduos Sólidos e Educação Ambiental

Haverá entrega de Certificados no final do Seminário.

12
ago

Dr.Sandro propõe projeto de reciclagem de óleo vegetal para produção de biodiesel

Biodiesel Pump FlowerA sessão ordinária desta segunda-feira foi a escolhida pelo vereador democrata Dr. Sandro Hoici para apresentar o projeto socioambiental para coleta, manejo e reciclagem de resíduos de óleo vegetal. A indicação tem o objetivo de reciclar o óleo de cozinha usado para a produção de biodiesel.
Com esta iniciativa de responsabilidade socioambiental, Dr. Sandro quer contribuir para a redução dos danos causados ao meio ambiente pela destinação incorreta dos resíduos de óleo. “A preservação da natureza depende da mobilização de toda a sociedade. Cada um precisa fazer sua parte”, conclama o vereador.
Na indicação, Dr. Sandro justifica que o crescimento urbano desordenado trouxe o aparecimento de problemas ambientais, como a alta produção de lixo, a disposição inadequada de produtos tóxicos à saúde humana e ao meio ambiente. “A questão do lixo está se tornando um dos problemas mais graves da atualidade e a reciclagem é uma forma importante de gerenciamento de resíduos, pois transforma o lixo em insumo, com diversas vantagens ambientais, dentre elas, a economia dos recursos naturais e o bem estar da comunidade”, defende Dr. Sandro ao pontuar que dentre muitos produtos de difícil degradação no meio ambiente, estão as gorduras, que não se dissolvem e nem se misturam à água. O vereador defende ainda que a solução para este problema é a reciclagem do óleo vegetal, reaproveitando o produto sem dar prejuízos ao meio ambiente.

05
jun

Dia Mundial do Meio Ambiente

Dia Mundial do Meio Ambiente - Plante uma Árvore Em 2009, o Dia Mundial do Meio Ambiente  é Seu planeta precisa de você! Unidos para combater as mudanças climáticas. Muitas vezes nos confrontamos com os problemas ambientais e não sabemos como agir. O Dia Mundial do Meio Ambiente significa tomar atitude em busca de uma solução. Para isso, fazer algo diariamente é um grande começo.

Todos nós podemos fazer nossa parte para proteger o planeta usando menos e agindo mais. Se tornar verde não é tão difícil assim. Aqui nós apresentamos 30 maneiras fáceis de esverdear a sua rotina, desde o momento que você desliga o seu despertador de energia solar até o ponto em que se deita na sua cama com lençóis de algodão orgânico lavados de maneira ecológica.

Faça hoje o seu compromisso com o dia do meio ambiente, mas não deixe que esse dia seja o único. Por isso, tente incorporar todas essas medidas no seu dia-a-dia e convença outras pessoas a fazer o mesmo. Se envolva!

Em GERAL:

-Plante uma árvore! Ajude a alcançar a meta da Campanha 7 bilhões de árvores do Programa das Nações Unidas para o meio ambiente (PNUMA).

-Doe o que não quiser ou não precisar mais, ao invés de jogar fora.

-3R – Recicle, Reduza e Reutilize!

EM CASA:

-Todos sabemos (mas muitos de nós esquecemos) que podemos economizar água de maneiras simples, como não deixando a torneira ligada ao fazer a barba, lavar o rosto ou escovar os dentes.

- Usar um barbeador elétrico ou lâmina de barbear com lâminas substituíveis ao invés de descartáveis ajudam muito na redução de resíduos.

-Use toalhas para secar o seu rosto e mãos ao invés de lenços de papel que são descartáveis. Além disso, pendure suas toalhas para secar, para que possam ser reutilizadas várias vezes.

-Compre bebidas em garrafas reutilizáveis, ao invés de porções únicas em embalagens descartáveis.

-Ao embrulhar o seu lanche, opte por embalagens reutilizáveis para armazenamento dos alimentos, ao invés de usar folhas de alumínio ou saquinhos de plástico.

-Ao sair de casa, não se esqueça de desligar todas as luzes e aparelhos eletrônicos e desligue carregadores pois estes continuam a consumir mesmo se não estiverem mais carregando. Poupar energia ajuda a reduzir a poluição do ar.

-E plante uma árvore!

NO CAMINHO:

-Não vá a lugar nenhum sem a sua sacola de pano, de modo que você possa simplesmente dizer "não" ao plástico sempre que for fazer compras.

-Por mais radical que pareça, a forma mais fácil de reduzir a sua pegada de carbono é evitar dirigir automóveis. Em vez disso, tente andar de bicicleta, caminhar, pegar carona, usar transportes públicos etc.

-Se você não tem outra escolha senão dirigir para o trabalho, procure por carros de maior eficiência de combustível e mantenha os pneus cheios à pressão correta.

-Se você é um dos privilegiados com trechos estáveis de estrada no seu caminho para o trabalho, use o piloto automático, uma vez que economiza combustível e também ajuda a manter uma velocidade constante.

-Agora, se você está entre a maioria dos motoristas que passam horas presos no trânsito, considere desligar o motor se você for ficar parado por um período longo.

-Para os apressadinhos, lembre-se que dirigir agressivamente diminui a sua kilometragem. Por isso, se você quiser economizar combustível e ajudar a salvar o planeta enquanto você está nele, acelere gradualmente.

-E plante uma árvore!

NO TRABALHO:

-Você tem o hábito de beber café? Usar uma caneca lavável é uma alternativa ecológica aos copos plásticos ou isopores não-biodegradáveis.

-Deixe um copo e uma garrafa reutilizável no local de trabalho para diminuir a quantidade de copos plásticos ou de garrafinhas de água. 80% de garrafas de plástico são recicláveis, mas apenas 20% são efetivamente recicladas.

-Quando precisar de folhas para rascunho, use o verso daqueles documentos antigos que você não precisará mais.

-Se não existir um sistema de reciclagem no escritório, inicie um! Reciclagem de lixo contribui efetivamente para a redução de emissões de carbono. E estima-se que 75% do que é jogado no lixo pode ser reciclado, embora atualmente a reciclagem seja de apenas 25%.

-Quando for imprimir, imprima frente e verso.

-A maioria dos acessórios de computadores como cartuchos de tinta, CDs e DVDs são feitos de materiais que poderiam ser reutilizados. Os cabos e alto-falantes são bastante padronizados, o que significa que eles podem ser reutilizados em vários modelos de computadores.

-Reduza as emissões de carbono do seu escritório, formatando computadores, monitores, impressoras, copiadoras, alto-falantes e outros equipamentos no seu modo econômico e desligando-os no final do dia.

-Desligue todas as luzes desnecessárias, especialmente nos escritórios e salas de conferência que não estão sendo utilizados.

-Se você está em busca de algo para personalizar o seu escritório, escolha plantas de interior. Essas plantas são boas para o ambiente, pois removem poluentes presentes no ar.

- E plante uma árvore!

APÓS UM LONGO DIA:

-Nos dias de calor, experimente abrir as janelas e usar roupas leves ao invés de ligar o ar-condicionado.

-Não coloque lâmpadas ou televisores perto do seu ar-condicionado, uma vez que este irá identificar o calor proveniente desses aparelhos e, por isso, trabalhará mais tempo que necessário.

-Quando cozinhar, faça com que o tamanho da panela corresponda ao tamanho da boca do fogão, assim reduzirá o gasto energético.

- Ah! E plante uma árvore!